Rotina semanal de limpeza: 5 passos para um cronograma prático

Toda casa bem cuidada precisa seguir uma rotina de limpeza. Aprenda agora como distribuir as tarefas da semana com dicas simples.
Rotina semanal de limpeza: 5 passos para um cronograma prático

Criar uma rotina semanal de limpeza não é nenhum bicho de sete cabeças. Muito pelo contrário: depois que você estabelecer um cronograma que funcione para o seu dia a dia, terá mais facilidade em cumprir as tarefas.

Sabemos que, para muitas pessoas, manter a casa limpa e organizada pode ser bastante complicado. Você se identifica com isso?

Cômodos para limpar, roupa para lavar, vida profissional para conciliar… parece que uma semana não vai ser o suficiente, né?

Mas a gente garante que é possível fazer tudo fluir. Continue até o final para pegar todas as dicas de como montar sua rotina semanal de limpeza.

5 passos para montar uma rotina semanal de limpeza

Se você se interessa por rotina semanal de limpeza, é provável que já tenha procurado outros conteúdos sobre o tema.

É muito comum encontrar na internet um calendário que diga exatamente o que fazer em cada dia da semana, mas isso raramente funciona. Sabe por quê?

Porque para a rotina semanal de limpeza ser perfeita, é preciso considerar cada aspecto do seu cotidiano.

Por exemplo: quantas pessoas moram na sua casa, se você tem crianças, se você trabalha fora, o tamanho da casa e a quantidade de cômodos etc.

Ah, a região onde você mora também influencia. Se você mora em um lugar empoeirado, por exemplo, terá que aspirar a casa com mais frequência.

Ou seja, tudo depende do seu contexto e não existe uma fórmula pronta para criar sua rotina semanal de limpeza. Mas aí vão algumas dicas essenciais:

1) Liste as tarefas semanais

Pegue um papel e uma caneta ou anote no bloco de notas do celular todas as atividades que precisam ser feitas uma vez por semana na sua casa.

Algumas dessas tarefas podem ser limpar os móveis, lavar lençóis e trocar a roupa de cama, lavar o quintal e faxinar os cômodos. Lembre-se que a necessidade de limpeza da sua casa vai de acordo com fatores que já citamos anteriormente.

Lavar a louça, por exemplo, é uma tarefa diária, então não entra na lista. E não se esqueça de utilizar técnicas para economizar água na hora de lavar louça. combinado?

Escreva tudo o que vier à cabeça, não se preocupe com a ordem de execução nesse momento.

2) Delegue as atividades

A gente sabe que às vezes pode ser muito difícil pedir para outras pessoas da família uma ajuda nos afazeres domésticos.

Mas concentrar as tarefas nas mãos de uma ou duas pessoas pode ser muito exaustivo. Se todos dividem o mesmo espaço, é justo que todos ajudem a mantê-lo limpo e, assim, possam desfrutar juntos de um ambiente aconchegante, não é mesmo?

Sem falar que isso ajuda a criar um senso de responsabilidade em todos os moradores, além de vários outros benefícios.

Por isso, delegue as tarefas de acordo com a facilidade de cada um com determinadas atividades. Pergunte quais as preferências e, se for preciso, ensine como fazer a limpeza, explicando técnicas, quais produtos usar etc.

Saiba qual é a melhor forma de dividir as tarefas domésticas com nosso artigo!

3) Distribua as tarefas nos dias da semana

Já separou quais atividades vai ficar com cada pessoa que mora com você? Agora, é hora de estipular quanto tempo cada tarefa leva para ser feita e distribuí-las entre os dias da semana, encaixando na rotina de cada um.

Você quer ter o sábado e o domingo livre de atividades domésticas? Então se organize para isso.

Considere também quais são os dias mais atarefados da semana. Assim, você sabe que não vai poder incluir uma tarefa como a lavagem completa do banheiro em um dia como esse.

Seja realista e distribua as atividades de forma que tudo se encaixe no calendário.

4) Crie uma tabela para o cronograma

Até aqui, já é possível ver sua rotina semanal de limpeza tomando forma.

Para tornar tudo ainda mais claro, monte uma tabela com as colunas de “dia da semana”, “horário”, “nome da tarefa” e “nome do responsável”.

Depois é só colocar essa tabela em um lugar que seja visível para todo mundo.

5) Faça testes

Cada casa tem uma rotina semanal de limpeza diferente e, por mais que no papel tudo esteja bem detalhado, algumas questões só são percebidas na hora da prática.

Por isso, combine com todas as pessoas da casa que dia vocês colocarão o cronograma em ação e tenham a primeira semana como um teste, para ver o que funciona ou não.

Adapte tudo o que for necessário para que a rotina de limpeza dê certo, cumpram-na uma semana após a outra e, aos poucos, a limpeza da casa será um hábito para todos. 😉

O que não pode faltar na sua rotina semanal de limpeza doméstica

E aí, tudo certo para criar sua rotina semanal de limpeza?

Trouxemos aqui mais alguns lembretes do que não pode faltar no seu dia a dia cuidando da casa. E não estamos falando de quais tarefas devem ou não ser feitas, afinal, a melhor pessoa para definir isso é você, que conhece a própria casa.

Mas o planejamento, a disciplina e a constância nas atividades são indispensáveis. Não desista caso não dê certo na primeira semana, o importante é continuar tentando.

Outra coisa que não pode faltar na sua rotina semanal são produtos de limpeza de qualidade. Com eles, você pode ter higienização eficiente, ação de limpeza prolongada e ainda pode contar com produtos multiuso, que têm mais de uma função e podem ser usados em diversos cômodos.

Por último, mas não menos importante, sua rotina semanal de limpeza precisa incluir momentos de descanso. Tire um momento para cuidar de si também, pois sem isso, cuidar do lar pode se tornar um grande desafio.

Outra dica é envolver recompensas para si e para as pessoas que moram com você, depois de todo o trabalho feito em conjunto. Que tal uma sessão cinema com tudo o que vocês têm direito?

7 dicas para economizar tempo na rotina semanal de limpeza

Você já sabe como montar sua rotina semanal de limpeza e o que ela precisa ter, mas ainda dá pra ficar melhor se você souber também como otimizar seu tempo nos afazeres domésticos.

Nossos conselhos são:

1. Programe-se e siga seu planejamento. Parece óbvio, mas é sempre bom lembrar que o cronograma criado deve ser cumprido e não deixado de lado. Defina em que horas do dia você vai fazer cada tarefa e estabeleça prazos, como por exemplo: vou levar 30 minutos para limpar a sala.

2. Não pule as tarefas diárias: recolher o lixo, manter a organização geral dos cômodos, ir anotando a lista do supermercado, arrumar as camas etc. são exemplos de tarefas que facilitam a rotina semanal.

3. Pratique a regra dos cinco minutos: viu que alguma tarefa precisa ser feita e ela leva menos de cinco minutos para ser concluída? Então faça na hora e não deixe para depois.

4. Se puder, invista em equipamentos que otimizem seu tempo, como um aspirador de pó inteligente ou uma secadora de roupas, por exemplo.

5. Tenha um kit de limpeza completo sempre à mão e junte tudo o que precisa antes de começar a limpeza dos cômodos.

6. Atenção aos rótulos dos produtos de limpeza, isso evita que você os aplique da maneira errada e tenha retrabalho.

7. Use alguns truques para economizar tempo em cada tarefa: por exemplo, ao pendurar as roupas no varal em cabides, você não terá que passá-las, é só devolver direto para o guarda-roupa. Ou, enquanto você deixa um produto agindo, vá fazer outra atividade de limpeza.

Agora que você aprendeu a montar um cronograma de limpeza semanal, que tal acompanhar nosso guia completo de faxina?

Você achou esse artigo útil?

Rotina semanal de limpeza: 5 passos para um cronograma prático