Vai morar sozinho? Temos um manual básico de sobrevivência para você!

Temos várias dicas para você se sair muito bem na missão de morar sozinho, seja nos cuidados com a casa, seja nos aspectos pessoais. Olha só:
Vai morar sozinho? Temos um manual básico de sobrevivência para você!

Só de pensar em morar sozinho bate um friozinho na sua barriga? Super compreensível! Esse é um passo e tanto na vida de uma pessoa, principalmente se for um sonho que você sempre teve. 

Morar sozinho é uma experiência diferente para cada pessoa. É uma fase mais prazerosa para uns, mais solitária para outros. Mas, se pudéssemos resumir isso em uma palavra, seria descoberta. 

Você vai ver o quanto é capaz de cumprir diversas responsabilidades e que, para isso, não tem manual de instruções. 

Mas vamos te dar uma mãozinha para você começar essa missão com o pé direito. Vamos lá? 

Como perder o medo de morar sozinho?  

Primeiramente, você precisa reconhecer a sua vontade – ou necessidade – genuína de morar sozinho.  

 O momento certo de morar sozinho não tem apenas um indicativo, o importante é que você tenha noção de todos os desafios que você terá de enfrentar. 

 E não estamos falando apenas das obrigações domésticas, que são a maior parte. Estamos falando também da habilidade de saber aproveitar a própria companhia e confiar em si mesmo. 

 Portanto, entender isso já é um passo importante para perder o medo de morar sozinho. Outra dica importante é conhecer o local onde você vai morar: sabendo que estará numa vizinhança segura, você se adapta à situação com mais facilidade.  

 O engenheiro mecânico Vinícius Alves foi morar sozinho aos 19 anos. Hoje, aos 26, afirma: “Não depender dos pais desperta uma série de responsabilidades que muitas vezes não estamos prontos e precisamos nos virar para resolver. Consequentemente, tornamos mais maduros e prontos para lidar com outros desafios da vida”. 

As vantagens de morar sozinho 

 Além de ajudar você a ser uma pessoa mais responsável, morar sozinho tem muitos outros benefícios.  

 “Ter autonomia de fazer o que quiser e quando quiser é bem libertador, é muito bom também para o autoconhecimento e adquirir experiências novas”, acrescenta Vinícius. 

 Outras vantagens são o amadurecimento (visto que, com a liberdade, você entenderá que também precisa de limites), a valorização das suas conquistas, poder criar um espaço totalmente personalizado e, claro, a privacidade. 

 E aí, deu ainda mais vontade de morar sozinho? Antes de partir para a mudança, confira o checklist básico do que você precisa ter em casa. 

O que comprar primeiro quando for morar sozinho

s3.amazonaws.com/www.ypedia.com.br/wp-content/uploads/2021/08/24191528/lista-para-morar-sozinho-scaled.jpg

 Se engana quem pensa que só precisa de um colchão e uma geladeira para morar sozinho. A lista vai muito além disso! Não é pequena, mas é o suficiente para você não passar os famosos perrengues de quem mora sozinho. 

 Aqui vão os itens principais: 

Móveis e eletrodomésticos  

  • Para o quarto: cama, colchão, guarda-roupa e cortina;
  • Na sala ou escritório: sofá e televisão, cadeira confortável e escrivaninha;
  • Para a cozinha e área de serviço: geladeira, fogão, filtro de água, liquidificador, armários e máquina de lavar roupas.

Produtos e materiais de limpeza 

Utensílios domésticos e acessórios 

  • Lixeiras e cesto de roupas sujas;
  • Jogo de panelas, talheres, vasilhas, copos e pratos;
  • Varal e prendedores de roupas; 
  • Itens de cama, mesa e banho, como panos de prato, toalhas, lençóis e cobertores.

Tendo isso, você conseguirá morar sozinho tranquilamente pelos primeiros meses. Ao longo do tempo, você passará por erros e acertos que vão te fazer crescer muito. 

O maior erro cometido por quem quer morar sozinho 

O principal deslize cometido por pessoas que vão morar sozinhas pela primeira vez é a falta de planejamento.  

 É simples, o segredo para se dar bem morando sozinho é saber se planejar. Tudo o que você planeja, consegue resolver melhor.  

 Vinícius compartilha o que aprendeu até hoje: 

 “O planejamento para realizar as tarefas domésticas é importantíssimo. Saber se vai chover no dia seguinte para secar a roupa, observar se está acabando o material de limpeza, comprar lâmpadas reservas, dentre outras responsabilidades, são aprendizados que vêm com o tempo”. 

 Estas são só algumas das situações que vão exigir que você se organize antecipadamente: 

  • na hora de pagar todas as contas do mês; 
  • no momento de fazer compras e cozinhar; 
  • quando você for receber visitas em casa; 
  • algum dia, um eletrodoméstico vai apresentar defeito ou você vai precisar fazer consertos na estrutura da casa; 
  • quando você ficar doente, vai precisar ter um kit farmácia em casa.   

 Quem vai morar sozinho tendo isso em mente, já tem boa parte do caminho andado. Vinícius ainda deixa um último conselho, que veio com a experiência: 

 “Para quem está querendo morar sozinho, saiba que sempre vai aparecer alguma situação que você não vai saber lidar. No meu caso, no momento, tem sido o mofo no meu apartamento.  

 Leia também: Como tirar mofo de parede de 4 formas eficazes 

Mas a dica é manter a calma, sem apavorar e tirar lições para não acontecer da próxima vez. Morar sozinho não é estar sozinho, saiba também quem são as pessoas que podem te ajudar nesses momentos.” 

Anotou as dicas? 

De uma maneira ou de outra, morar sozinho é um processo surpreendente. Pelo menos você já tem acesso a uma enciclopédia cheia de conteúdos para cuidar bem da sua casa, não é mesmo? 

Sempre que precisar, procure instruções aqui no Ypêdia! 💙🏠 

Você achou esse artigo útil?

Vai morar sozinho? Temos um manual básico de sobrevivência para você!