Descarte de medicamentos: saiba como realizar corretamente

Nem todas as pessoas sabem como realizar corretamente o descarte de medicamentos. Saiba a melhor maneira de fazê-lo.
Descarte de medicamentos: saiba como realizar corretamente

O descarte de medicamentos pode gerar muitos problemas ao nosso ecossistema. Isso porque se trata de um conjunto de componentes químicos que, além de prejudicar os seres humanos, também afeta os animais e o meio ambiente.

O descarte em lixo comum pode parecer um ato inofensivo, mas o dano é silencioso. É importante saber como pode ser feito este manuseio para que não haja grandes consequências.

Por que descartar medicamentos?

Assim como a maioria dos produtos industriais, os medicamentos também estão dentro do grupo de produtos com prazo de validade. Quando produzidos, a indústria farmacêutica determina este prazo, que estabelece o período em que as características de eficácia são preservadas.

Uma vez que esse prazo é atingido, os medicamentos tendem a perder a eficácia ou a se tornarem nocivos para quem os ingere.

Por que descartar medicamentos?

Além da preocupação ambiental na hora do descarte, é importante que o descarte aconteça de modo seguro, evitando também que outras pessoas possam reaproveitar esses medicamentos.

Quais medicamentos precisam ser descartados?

Todos os medicamentos uma vez que atinjam o prazo de validade ou que não sejam mais usados precisam ser descartados. O programa de descarte consciente estabeleceu que os medicamentos fossem separados da seguinte forma:

  • Caixas e bulas
  • Comprimidos e pomadas
  • Líquidos e sprays

Ou seja, todas as partes dos medicamentos, das embalagens internas e externas até os componentes, precisam ser descartadas.

Qual é a importância de fazer o descarte de medicamentos?

A razão de ser consciente e praticar essa ação de forma segura, está diretamente relacionada às consequências do descarte incorreto.

Os remédios são produtos químicos que geram resíduos tóxicos. Ao serem despejados pelo vaso sanitário, por exemplo, caem na rede de esgoto, contaminando o solo através da fossa séptica, atingindo os mananciais, rios, lagos e represas que geralmente abastecem as casas.

Mesmo havendo o tratamento da água, partículas tóxicas podem não ser eliminadas completamente e depois podem ser ingeridas pelas pessoas.

Como fazer o descarte de medicamentos vencidos?

A maneira do consumidor executar o descarte com segurança é levando os medicamentos ao local de coleta apropriado.

Nesses locais, os medicamentos são subclassificados e colocados em 3 compartimentos específicos que dizem respeito a sua composição química.

Como descartar embalagens de medicamentos?

O Programa de Descarte Consciente criou um passo a passo para que as pessoas pudessem descartar as embalagens. Confira a seguir:

1. Verifique a data de vencimento dos medicamentos. Separe os vencidos e aqueles que não serão mais usados.

2. Leve os medicamentos em suas respectivas caixas até um ponto de coleta.

No ponto de coleta, siga a orientação de subclassificação das embalagens e deposite cada uma em seu local apropriado.​

Onde fazer descarte de medicamentos?

Existem pontos de coleta pré-determinados para o descarte de medicamentos, como drogarias, Unidade Básica de Saúde e até mesmo hospitais. Em cada um desses pontos o descarte deve ser feito de uma forma específica.

Você pode e deve se informar sobre o descarte de medicamentos nesses locais.

Descarte de medicamentos em drogarias

Em algumas drogarias existem urnas ou coletores para descarte, onde o próprio consumidor pode deixar seus medicamentos. Elas são geralmente divididas entre espaços para medicamentos e para embalagens.

Caso não não haja as urnas, o consumidor pode se dirigir ao balcão do estabelecimento e se informar diretamente com o farmacêutico sobre a possibilidade do descarte.

Descarte de medicamentos em hospitais

Hospitais não são considerados postos de coleta públicos para descarte de medicamentos, e nesses locais os descartes acontecem somente para medicamentos e acessórios utilizados dentro do próprio ambiente hospitalar.

Como alternativa há opções de postos de coleta públicos e privados. Para saber os postos privados que ajudam a dar conta da demanda de coleta, separação e destino correto para essas embalagens, você deve consultar a prefeitura da sua cidade.

Para o descarte em postos públicos, você deve levar os medicamentos até a UBS mais próxima de você.

Se o seu descarte incluir material cortante, como, por exemplo, lancetas usadas no tratamento de diabetes, elas devem ser armazenadas em garrafas pets, lacradas e só depois levadas até a UBS mais próxima.

Uma vez na UBS, as embalagens são lacradas, separadas por suas composições químicas e armazenadas. Depois acontece o encaminhamento até o local em que serão, enfim, descartadas.

Como funciona o descarte de medicamentos?

Após a coleta, os materiais são separados novamente. Os medicamentos vencidos são incinerados em câmaras criadas para não serem prejudiciais ao meio ambiente.

No caso de medicamentos descartados em hospitais, materiais como gaze, agulhas e algodões são levados juntos para o descarte, mas são separados antes da incineração. Eles são esterilizados e encaminhados para aterros sanitários.

Saber fazer o descarte correto do lixo eletrônico também é essencial. Saiba mais sobre o assunto clicando aqui!

Você achou esse artigo útil?

Descarte de medicamentos: saiba como realizar corretamente